10 Cuidados que todos devemos ter antes de assinar um contrato de seguro

Compartilhe:

Ter um seguro é muito importante, mas contratar um seguro que não te atende pode não servir para nada.

O seguro é uma forma de proteção patrimonial que te protege de alguns prejuízos previstos no contrato. Há uma infinidade de modalidades de seguros, que vão desde os que te protegem no caso de roubo de um simples celular, passando pelos seguros de veículos automotores, seguros de vida, seguros profissionais até os seguros que protegem uma lavoura inteira em caso de perda de safra, ocasionado por eventos climáticos.

De nada adianta assinar um contrato de seguro que não protege integralmente o patrimônio que se pretende segurar, de modo que, caso ocorra o sinistro, o consumidor ainda sofrerá – ao menos parcialmente – uma interferência em seu patrimônio, o que pode colocar em risco suas finanças e até mesmo sua atividade comercial, caso o seguro tenha a finalidade de proteção patrimonial da sua pessoa jurídica.

Antes de contratar qualquer tipo de seguro recomendo que você tome esses 10 cuidados:

  1. Pesquise se a seguradora está registrada na Susep (Superintendência de Seguros Privados) para ter certeza de que se trata de uma seguradora credenciada;
  2. Faça pesquisas nos sites de reclamações (Reclame Aqui e consumidor.gov.br) para ver se a seguradora possui reclamações de clientes e se ela os resolve de modo satisfatório;
  3. Veja todas as modalidades de seguros existentes referente ao bem que você quer proteger para que você tenha uma certeza maior de qual delas é ideal para seu caso;
  4. Faça várias cotações entre as seguradoras de modo a comparar não somente o valor do seguro, mas também a abrangência deles, para que você realize a contratação do melhor custo-benefício existente no mercado;
  5. Jamais minta nas declarações ou na proposta de seguro para conseguir um desconto, pois firmar declaração falsa é um dos motivos pelos quais a seguradora pode se negar a pagar a indenização. É o famoso “barato que sai caro”;
  6. Verifique se no contrato, os termos estão de acordo com sua necessidade, caso contrário o seguro pode ser insuficiente para proteger integralmente seu patrimônio;
  7. Compare seu contrato de seguros com o que foi prometido pelo seu corretor de seguros, e, em caso de divergência, faça constar no contrato tudo que foi combinado;
  8. Caso você tenha dúvidas sobre alguns termos ou simplesmente não sentiu segurança no contrato, contrate um advogado para analisar o documento para você para ver se o seguro realmente te protegerá da forma como você imagina;
  9. Preste muita atenção na parte do contrato “riscos excluídos”. Todas as situações previstas ali não serão cobertas pelo seguro. Me arrisco a dizer que é a parte mais importante de todo contrato de seguro e o que costuma trazer mais problemas para o consumidor, então sempre dedique uma atenção especial neste trecho do contrato;
  10. Assinado o contrato, estude-o atentamente, especialmente para saber como proceder caso ocorra o sinistro. Veja qual o meio de comunicação que a seguradora exige para você acionar o seguro, quais os documentos que devem ser enviados, quais os prazos que envolvem aquele seguro. Um bom corretor costuma ajudar muito nesta hora.

Estes são os 10 cuidados básicos que você deve ter antes de contratar qualquer tipo de seguro para não ser surpreendido com algum problema desconhecido. Seguindo essas orientações dificilmente você terá problemas com sua seguradora, e, caso tenha, certamente você conseguirá resolvê-lo judicialmente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.