Saiba quais são os seguros mais comercializados no Brasil e para que eles servem

Compartilhe:

Neste artigo relacionaremos os seguros mais comercializados no Brasil e falaremos para que serve cada um deles e como você pode usá-los como forma de proteção do seu patrimônio.

Seguro é um contrato realizado por uma pessoa (física ou jurídica) com uma seguradora para proteger seu patrimônio de eventuais sinistros previstos em contrato.

Há inúmeros tipos de seguros, que protegem diversos tipos de bens e pessoas, dentre eles, os mais comuns são:

  • DPVAT: O DPVAT é o seguro que abrange todas as vítimas de acidentes de trânsito registrados em território nacional. Todas as vítimas de acidente têm o direito de reivindicar o seguro, independentemente de ter carteira de motorista, ser maior de idade, ter pagado o seguro DPVAT. O valor do seguro varia de R$ 2.700,00 de reembolso das despesas médicas, até R$ 13.500,00 em casos de óbitos ou sequelas graves.
  • Seguro do financiamento imobiliário: É o seguro obrigatório que é realizado em todo financiamento imobiliário realizados com a participação do SFH (Sistema Financeiro de Habitação), que garante que a família permaneça no imóvel na falta do mutuário por morte ou invalidez permanente, quitando a dívida do financiamento imobiliário. Muitos aposentados por invalidez não requerem a quitação do seu contrato de financiamento por desconhecimento.
  • Seguro de Vida: É o seguro que quando o contratante falece, sua família recebe a quantia contratada para cobrir não só as despesas do velório, inventário, como também deixar uma quantia aos beneficiários até mesmo para arcar com as despesas de inventário.
  • Seguro Automobilístico é aquele cujo objetivo é proteger o patrimônio do proprietário no caso de acidentes automobilísticos. Ele deve prever inclusive danos contra terceiros, e seu limite deve ser observado de acordo com a necessidade de cada um.
  • Seguro acidentes pessoais é aquele que protege o segurado em casos de acidentes que lhe causam invalidez parcial ou total, temporária ou permanente. Há várias modalidades de seguro de acidentes pessoais, que inclusive “pagam um salário” ao segurado no caso em que este tenha que se afastar temporariamente de suas funções.
  • Seguro-viagem é indicado às pessoas que viajam principalmente para fora do Brasil, pois ele abrange diversos tipos de problemas que poderão surgir na viagem, como precisar de um médico, extravio de bagagem, transporte aéreo de regresso antecipado e até mesmo cirurgias de emergência fora do país. Já pensou o quão caro isso pode ser? Tais despesas são calculadas na moeda corrente do país de destino. Por isso o uso do seguro-viagem é altamente recomendável para todos que viajarão para fora do país.

 

A maioria das bandeiras de cartões do platinum ao black possuem o seguro-viagem automático, para ter direito basta adquirir as passagens aéreas por meio do cartão de crédito e se informar sobre a apólice com a bandeira do seu cartão. Esta dica é muito útil, pois o seguro é válido para todos os passageiros cujas passagens foram adquiridas pelo cartão de crédito do titular do cartão.

Estes são os seguros mais comercializados no Brasil, mas há infinitos outros que buscam proteger o patrimônio das pessoas e empresas, indo desde o seguro que cobre furtos de celular, passando pelo seguro profissional, até o seguro que protege o produtor rural das intempéries climáticas da lavoura perdida.

Muitas vezes a contratação de um seguro é o que impede uma pessoa ou uma empresa de quebrar, mesmo com um grande revés ao qual todos estamos sujeitos.

Se você já teve algum problema com seguro deixe seu comentário, e se você estiver passando por um problema com seguro agora, envie um whatsapp para que possamos te orientar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.